CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

19 de novembro de 2012

A Paixão segundo F. G.: Homenagens


Partistes, Fred querido,
nos deixastes cedo ainda,
mas não hás de ser seguido
por tua presença infinda.

Sei que através da saudade,
a ausência não sentiremos,
pois tua doçura e amizade
no coração nós traremos.

(Segundo Elenir)

* * * 

Segundo Lilian

* * *

Não sei falar da morte sem dor
não há morte sem dor
mas se a vida em si for alento
digo ao Fred cujo sorriso
é marca do meigo
que a graça de seu encanto
segue conosco agora
e mesmo no pranto
canta mais alto a emoção
de tantos encontros
entre livros, entre amigos
palavras tocadas
olhares trocados
simbiose, transformação
segue a alma o percurso
trilhado antes por seu coração.
Descanse em paz.

(Segundo Rita)

* * *

Segundo Elô, com o "bastão da fala" a pedido de F.G.  


* * *


Como se fosse um recado seu, Fred...

Tudo fica tal qual antes,
antes mesmo de nascermos,
lembrarmos, como elefantes,
do lugar onde morrermos. 

como se fosse...
I


6 comentários:

  1. A cada ano que passa, sinto mais forte na alma a morte de um irmão. Irmãos e irmãs que me são desconhecidos, mas de alguma forma fazem parte da minha vida. E por mais natural que julgue a morte, sempre me toca fundo a repentina ou esperada ausência. Mas Fred eu conhecia. Estive em sua casa, conheci sua mãe, e será sempre lembrado, apesar de ter existido tão somente um coleguismo entre nós. Afinal ele era meu irmão. Seu silêncio, sua expressão inteligente, seus olhos atentos restarão para sempre em minha lembrança. À medida que envelheço tenho algumas recompensas, como essa de sentir as pessoas como meus irmãos. Mas às vezes dói, a recompensa cobra um preço, como agora quando minha alma sente a partida do Fred. Farei para ele minhas orações lá do meu jeito e o coloco em minha eterna biblioteca, um personagem que morará para sempre lá,entre livros e outros personagens imortais, num ambiente que amamos.
    Parabéns a Rita pelas lindas palavras acima.
    Carlos.

    ResponderExcluir
  2. As pessoas são importantes e deixam marcas que se perpetuam. Eu não conheci o Fred, mas sinto uma presença suave e o seu olhar meigo como se estivesse participando das reuniões com todos vocês e convivendo com ele.

    Força a todos os familiares e amigos!

    Sonia Salim

    ResponderExcluir
  3. Carlos, lindas e emocionantes palavras à memória do Fred.Foi isso memso o que vimos nos seus olhos, durante o relato de sua mãe sobre a força daquele quase menino. Ótimo comentário, Carlos.
    Agradecidos estamos por sua delicadeza.
    Soninha, vc é de uma sensibilidade que cobre distâncias.
    Peço desculpas ao blog, mas são este meus sentimentos e comentários.
    Na sexta, tivemos uma despedida emoocionada e feliz.Fred não quis ir para Pizza. Talvez tivesse pressa de dividir suas alegrias com mais alguém.
    Obrigada ao blog pelo registro da foto que bati, enquanto segurava para Frederico o bastão da fala, a representação da tal barata de A Paixão segundo G.H.
    Abraços
    Elô

    ResponderExcluir
  4. Acho que fui o último a falar com Fred na sexta-feira, na saída da reunião. Ele sempre me convidava para às reuniões de filosofia na casa dele, com a presença ilustre de nossa amiga Dilia. E falei para ele que organizasse um encontro só para continuarmos a falar sobre o livro de Clarice, que eu moveria céus para comparecer, finalmente. Não deu, mas guardarei para sempre a simpatia desse menino chamado Frederico. Vá em paz, Fred...

    Carlos, lindas palavras, quase uma oração; não, quase não, uma verdadeira oração.

    ResponderExcluir
  5. Amigos, acabo de chegar de viagem, não sabia da morte de Fred. Abri meu email e li um comentário da Ceci, ela perguntava se eu havia lido o blog. Corri para o blog e me deparei com a notícia. Que dizer? Apenas sentir,sentir e lamentar,chorar para dentro...
    Fred,(nome de meu pai, essa foi a primeira coisa que falei para ele...).Fred, você me deixou a sensação de querer colo,de um menino grande que transbordava carinho, de puro sentimento...
    Pena não ter me despedido de você,mas se você está comigo agora, certamente está recebendo todo meu carinho.
    Beijinhos nas asas...
    Vera Freire.

    ResponderExcluir
  6. Fred foi flanar em outras dimensões.

    ResponderExcluir

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.