CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

18 de fevereiro de 2015

Quarta feira de cinzas

A Quarta-feira de Cinzas vem nos lembrar que fomos pó e voltaremos ao pó, insinuando que somos pó. Assumindo, então, que já somos pó, qual seria a diferença existente entre vivos e mortos? 

Os vivos são o pó levantado pela dança, os mortos são o pó que não conseguem escutar a Música.


Somos poeira das estrelas


Fui pó e voltarei a ser pó, mas hoje danço.


Sou o ser que dança


"E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos
por aqueles que não podiam escutar a música." (Nietzsche)



"Não posso acreditar em um deus que não dance." (Nietzsche)


Tomemos cada dia uma hora em que dancemos bastante naquela hora. De vinte e quatro horas que tem o dia, por que não se dar uma hora ao nosso corpo e à nossa alma? Esta é a melhor devoção e mais útil penitência, e mais agradável a Deus, que podemos fazer todos os dias de nossas vidas. 


Fonte das fotos: Revista Oásis


4 comentários:

  1. Maravilhosa lembrança, Concierge atento! Boa seleção de imagens e textos!
    Pulvis est, mas com brilho!

    ResponderExcluir
  2. Que beleza, que lindo texto e maravilhosas imagens! realmente o nosso concierge é atento, sensível e sabe bem das coisas... parabéns!!!

    ResponderExcluir
  3. LINDÍSSIMO!
    Fiquei encantada apreciando as imagens cheias de leveza e transparência...

    ResponderExcluir

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.