CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

25 de janeiro de 2017

Eldorado: Milton Hatoum

Hoje, 27/02/09, foi dia de reunião do Clube de Leitura que se encontra para conversar na Livraria da UFF toda última sexta-feira de cada mes. O livro discutido foi "Órfãos do Eldorado", de Milton Hatoum, publicado pela Companhia das Letras em 2008.

Decididamente, este é um grupo bom de se pertencer. Seu traço mais marcante, se eu tivesse de escolher um, é a liberdade. Liberdade que permite que "leigos" e "ordenados" defendam seus pontos de vista com uma singeleza que, confesso, é rara, particularmente na academia, tão marcada pela mau humorada "meritocracia".

Enquanto isso, vai desfilando pela nossa frente a cegueira em ensaio de um Saramago, o emburrado Casmurro de Machado, a maluquinha da filha do escritor do Gustavo Bernardo (que brindou o grupo com uma participação riquíssima... a melhor oficina sobre como um escritor produtivo escreve de que eu já participei) e agora a rica contação de "causos" mitológicos, alinhavados em torno de uma estória de amor e sacanagem (no sentido político do termo, o mais usual evidentemente) que têm o horizonte do Eldorado (um navio que afunda, uma ilha que abriga leprosos e um lugar perdido no horizonte). Legal... muito legal...

Tudo isso acontecendo dentro de uma livraria universitária, com cafezinho, pãozinho de queijo e cachacinha especial da safra do diretor da EDUFF, o escritor Mauro Romero, que além de livros científicos na sua linha de pesquisa em DST (doenças sexualmente transmissíveis), também é um contador de "Casos e Causos Médicos".

O grupo já escolheu democrática e anárquicamente o que vai discutir nos próximos dois meses: no final de março "A elegância do ouriço" de Muriel Barbery e no final de abril "Dois irmãos", novamente do Milton Hatoum.
De fato... este é um grupo bom de pertencer... 





Divulgação preparada pela EdUFF para a reunião do clube em fevereiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.