CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

1 de abril de 2012

Haicais de Carlos Rosa Moreira


Perfume na brisa:
ondas selvagens se chocam.
Presente do mar.
 
Vem que vem de longe.
E sempre bate lá em casa.
Vento candongueiro.
 
Nas telhas do tempo
brinca a chuva cristalina.
Minha alma transborda.
 
Sussurro de brisa.
Lua gorda e curiosa
espia entre folhas.
 
Longínquo verão...
Aroma d'Artimatic:
amor do passado.

2 comentários:

  1. Adorei,Carlos!
    Principalmente as antepenúltima e penúltima.Delicadeza e sensibilidade transbordantes. Prazer, a leitura.Vou copiar em outro espaço...
    Elô

    ResponderExcluir
  2. Carlos, que bom conhecer seu lado poeta. Concordo com Elo, sensível, delicado e lindo.

    ResponderExcluir

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.