CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

12 de agosto de 2017

Destino Estrangeiro: Daniel Chutorianscy


“Destino Estrangeiro é a história dos meus pais e meus avós que Daniel Chutorianscy conta neste livro. Ao contar a história de sua família, está contando um pouco a minha história, a história de filhos e netos de imigrantes judeus que chegaram tesos no início do século passado e fincaram raízes por aqui.”
Silvio Tendler


    Esta obra de Daniel Chutorianscy traz um pouco da história de migração do povo judeu para o Basil. E o faz não como relato, não como memória, não como História, mas através de um texto poeticamente construído, breve, conciso e enxuto, que brilha com a força da boa literatura. Pode-se dizer que, aqui, Chutorianscy prossegue uma linha que vai de Bashevis Singer a Scliar, passando por Phillip Roth, Saul Bellow, Primo Levi...


Neste percurso o autor aborda temas que são comuns não só a este grupo, mas que fazem parte da experiência humana: perseguições, guerras, guetos, matanças, saques e migrações. Tudo isso sugere selvageria, mas ao mesmo tempo também é capaz de revelar a potência e a força da migração e daqueles que, por opção ou por necessidade, arriscaram-se no mundo desta forma. 

Tal potência confere a este livro um tom de protesto contra o gueto, a guerra, o genocídio e os demais superlativos da perversidade humana, seja em terras frias que congelam ou nas terras quentes que sufocam. Mas também, num texto envolvente e burilado, o oposto de tudo isto: saga, sonho, poesia, esperança e a convicção de que tudo vai dar certo, como tantas vezes.  


    Daniel Chutorianscy é médico e escritor. Já publicou os livros: “A um passo da dor”, “Casa Gráfica Lindo Tipo”, “Atlânticos e pacíficos”, “Tamanho do mundo”.


Adquira o seu livro aqui


Um comentário:

  1. Lendo o livro do cliceano Daniel Chutorianscy parece que estou vendo meus bisavós chegando ao Brasil no início do século passado

    ResponderExcluir

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.