CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

13 de agosto de 2016

Poemas Consciência: Clara Nascimento


Engesso ossos quebrados e moldes de escultura,
Todavia, livres são meus sentimentos inacabados,
a correr pelas minhas veias como seiva pura.




Energia não pode ser destruída, mas sim modificada ou transformada.
No Universo todo existe uma corrente de energia em movimento.
Mesma na inércia há energia em potencial adormecida.
Ela pode ser sutil e inconsciente.
Não só o que vemos na natureza, mas nossos pensamentos e sentimentos são esse movimento.
Criatividade, crescimento, abandono de ideias, mudanças.
Sensações são energia também.
A vibração dessa energia varia em magnitude e complexidade dependendo de onde reside.
Quando emana de nós, podemos potencializá-la ou amenizá-la de acordo com o nível de consciência que lhe damos.
É possível praticar a percepção de energia ao nosso redor e assim nos aproximarmos ou afastarmos de lugares, pessoas, situações, pensamentos e sentimentos de acordo com nossa vontade, e porque não, necessidade.

Não é preciso ter crença além da metafísica, apenas é válido explorar o papel que a energia tem em nossas vidas e entendê-lo mais profundamente.





FALA NADA

A palavra

mesma não dita

sempre existirá.

Guarda a tua

no meu ouvido

Na minha retina

No fundo da minha garganta

No meu umbigo

Na minha risada mais cristalina

Que mora no fim do gozo

Quando ouso a bordolhões 

Despir-me

Daquilo que me cala

E vestir teu momento

Na minha pele.



Faca amolada


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.