CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

15 de agosto de 2016

15 de Agosto - Nossa Senhora da Glória: Vera




Hoje, minha mãe, Maria da Glória, faria 100 anos!

Sensível, delicada e dedicada. Apreciadora das coisas belas... poderia se encantar por minutos olhando um buquê bem arranjado...

Seu grande e único amor, meu pai, se foi aos 58 anos. Desde então sua alegria foi esmorecendo, a depressão chegando, seu brilho se apagando...

Quantas recordações!

Lembro de cruzarmos a Baía de Guanabara de barca para as compras no centro do Rio em busca de um sapato diferente, um tecido especial. Tinha um gosto requintado e sabia fazer " milagres" com o orçamento apertado!

Nossos almoços de domingo tinham sempre uma mesa simples mas com seus " detalhes": uma rosa vermelha feita de tomate enfeitando a maionese, uma toalha especial...

Sua depressão foi crescendo e me atingindo, me descompensado , me minando.

Para onde estava caminhando minha mãe?

Sua tristeza foi além de mim.

Quantas vezes perdi a paciência, quantas me arrependi!

Quando morreu, morava em minha casa.Foi embora de repente, como um sopro.

Dias antes de sua partida, no dia de meu aniversário, me deu meu maior presente!

A reconciliação!

Nós abraçamos, colocamos nossos sentimentos para fora, nossa alma. Nos perdoamos.

Lágrimas e sorrisos.

Que consolo!

Que conforto! Total e supremo.

Momentos intensos de amor e doação.

Meu último aniversário ao seu lado.

Meu maior presente!

Obrigada, minha mãe.

Sei que você está em paz!🌹🕯💜


Vera




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.