CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

3 de agosto de 2015

Judas: a via do entendimento ?

Judas foi o livro que escolhi para começar 2015. Cheguei a colocar o título em uma lista de amigo oculto, mas tirei, receosa de não ganhar, e comprei logo, tal minha ansiedade para ler meu segundo Amós Oz. Não decepcionou, muito pelo contrário. Foi um lindo início letivo, chamemos assim. Agora, terei o prazer de conversar sobre este delicioso romance com meus diletos companheiros de leitura.

Delicado em seus questionamentos, o autor nos conduz a um mundo possível, onde, apesar das diferenças, algumas até inconciliáveis, há de prevalecer, ao invés de estados de guerra e da extrema discrepância entre o poderio bélico israelense e as pedras e homens-bomba dos palestinos, o respeito e a boa vontade de entender o ponto de vista do outro.




Amos Óz nos chama a atenção também para outras questões, menos óbvias mas nem por isso menos importantes, como o papel da mulher na sociedade (pág 333 “Durante milhares de anos induzimos nós mesmos a acreditar que a mulher, por natureza, é completamente diferente de nós, diferente em tudo, de uma diferença total e absoluta. Quem sabe exageramos um pouco nisso?”) ou se Judas traiu ou não Jesus por dinheiro. Ainda ontem, revendo o filme “Planeta dos macacos: o  confronto”, e assistindo como o macaco do mal acusou os homens de terem atirado no líder, Cesar, quando o próprio o tinha feito, me lembrei de quantas vezes essa estratégia é usada pelos diversos países e como é fácil acreditar. Há que se ter os olhos abertos.

Por fim, o livro é poético, convidativo, muito gostoso de ler. Destaco uma passagem, na página 24: 

Sobre tudo pairava ali o silêncio de um frio anoitecer de inverno. Não era um silêncio do tipo dos silêncios transparentes que o convidam a se juntar, você também, a ele, mas um silêncio indiferente, muito antigo, um silêncio que jaz com as costas voltadas para você”.


Boa semana a todos,
Rita

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.