CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

20 de março de 2014

Helene Camille e o Senhor dos Anéis



A poeta Helene Camille


Aproveitando a ocultação de Saturno pela Lua nesta noite, 20/03/2014, transcrevemos a poesia de HC que consta no livro de 15 anos do CLIc


Passando anéis


Um ser devorado por Cronos


Abortou-se
minha infância,
minha adolescência e
minha maturidade e,
nesta, os tabus e clichês
sociais.

Sou uma criatura
atropelada e mal ajambrada
pelas supostas
etapas da vida.

Minha aparência
encerra um ser
estranho, meio misantropo
um ser inexistente
segundo leis
do senso comum.

Um ser nascido,
devorado e regurgitado
por Cronos e,
como sua filha,
vivo parcialmente
dentro e fora dele.





"Não lembro o ano em que fui pela primeira vez ao Clube de Leitura de Icaraí. Recordo-me que a leitura em questão era A menina que roubava livros. Eu conheci o Clube por meio da Lílian que me convidou para ir a uma reunião. Ela sempre estava falando e um dia eu resolvi aparecer por lá e eis-me aqui."





Helene Camille é filósofa formada pela Universidade Federal Fluminense e participa do Clube de Leitura Icaraí desde Fevereiro de 2011. Helene Camille está no Clube de Leitura Icaraí - 15 anos entre livros

7 comentários:

  1. Querida Helene, prazer em ver um texto seu aqui no blog. E a foto também está linda. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Que bom revê-la, Helene!. Parabéns pelo texto e pela foto!
    Abraços.
    Elenir

    ResponderExcluir
  3. Gente, o prazer é todo meu em ter participado da publicação desse livro coletivo. Rita, voce foi uma grande incentivadora, escreve muito mais pelo meu prazer pessoal e fico super constrangida em aparecer no primeiro plano, gosto de trabalhar mais nos bastidores kkkkkk. bjkas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Helene! O incentivo eu também o recebi, dos amigos do CLIc e das leituras inspiradoras. Muito oportuna a postagem do concièrge, astrônomo antenadíssimo, nos trouxe os belos versos de um dos astros deste Clube nota 10.

      Excluir
  4. Ler Helene, será sempre um prazer! Tomara pode contar mais vezes com sua presença e escrita inteligente!

    ResponderExcluir
  5. Grande Helene Camille. Uma escritora que une o coração inquieto ao olhar atento e expressa, de forma sempre instigante, suas angústias, perplexidades e conclusões. Grande pessoa, poeta e cronista dessa nossa vida cheia de contrastes e contradições. Muito bom te ver por aqui.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns, Helene, um poema bonito, pleno de maturidade e certa dor. Bonito.
    Carlos.

    ResponderExcluir

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.