CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

31 de dezembro de 2013

Mensagem de William Lial - É chegada a hora

Amigos do CLIc.

Como estão todos?

Por motivos que pedem a minha atenção e tempo, tenho estado distante, mas não poderia ser de outro jeito. Porém, espero novos dias mais agradáveis, e, hoje, não quero falar dos 365 dias de problemas multiplicados por seis anos, mas da alegria, do prazer de tê-los conhecido. No seu grupo fui bem recebido, fui lido - por alguns, até muito lido, seja pelos meus textos em sites e blogs, seja pelos meus livros que alguns de vocês adquiriram através do Evandro. Obrigado a todos!

Sou muito grato aos que compraram meus livros, aos que os divulgaram - não vou citar nomes para não ser injusto, caso esqueça de algum -, aos que leram e comentaram meus textos, aos que ficaram felizes pelos simples textos que escrevi sobre seus textos. Foram gentis.

E para encerrar, convido-os a lerem meu último texto do ano, publicado hoje no meu blog sobre o ano que se encerra. É um texto pequeno, bem pequeno - não vamos tomar tempo demais diante o computador ao invés de celebrarmos com familiares e amigos não é, rs?! Aqui está o texto: http://williamlial.blogspot.com.br/2013/12/ao-velho-partida.html

Desde já, obrigado pela leitura!

Um Forte abraço a todos e um Grande 2014 pela frente com boas leituras, boas conversas, boas trocas, saúde e bons amigos!

William




William Lial é escritor (poeta, cronista, contista, romancista de um romance ainda não publicado), ensaísta literário, e mestre em Literatura Comparada. Autor de três livros de poemas, Sombras (2001), Noturno (2003) e O mundo de vidro (2005). Além de colaborar com jornais e revistas do país. Para saber mais sobre o autor e seus livros basta acessar e/ou seguir seu blog: http://williamlial.blogspot.com/, curtir sua página no Facebook: 

3 comentários:

  1. Olá William, foram belos os textos com os quais você nos brindou nesse trem que está de partida, o ano de 2013. Obrigado por sua presença entre nós e contamos com você no trem novinho em folha que se anuncia no horizonte, o ano de 2014. Feliz viagem nova!

    ResponderExcluir
  2. É Willian,porque o que eu senti no seu texto é a importancia da renovação..seja do ano,do mes,do dia,e principalmente de nós mesmos...Feliz Ano Novo!ceci

    ResponderExcluir
  3. Amigos do CLIc,

    Acreditam que somente hoje vi que esse meu texto estava aqui no blog?! Vi nos e-mails as respostas do Evandro e da Ceci, mas, como um nefelibata, rs, não percebi que o texto estava aqui, por isso respondi somente lá nos e-mails. Desculpem-me! É que meu retorno à internet tem sido meio claudicante - poemas, crônicas, ensaios, livros críticos, livros de literatura em prosa e verso, filosofia, tudo encadeado, dentre outras coisas. Não sei ficar parado. Farei 41 anos daqui a alguns dias, em 2 de fevereiro, e corro mais do que quando tinha dezoito - não sei ficar parado; se ficar enferruja e cria coral, nada contra estes, desde que não estejam em mim.

    Conhecer vocês foi uma das melhores coisas de 2013, e é bom ver que tudo vai bem-berem-bem-bem, como dizia minha mãe ao brincar comigo quando criança, e hoje ao brincar com os netos. Obrigado pelo apoio e pelo carinho.

    Estarei com vocês neste trem de 2014, Evandro.

    E, Ceci, renovar é preciso.

    Um abraço a todos e logo trarei novos textos!

    ResponderExcluir

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.