CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

24 de dezembro de 2013

Amor é amor, seja do que jeito for: Luiz Gavri


BARREIRAS/CONTATOS


Uma das ... características do tecido nervoso é

a memória; ... ser permanentemente modificado 

por ocorrências únicas.

(Freud, Projeto de uma Psicologia Científica, 1895)




Memórias são atalhos em florestas
Não são os mesmos a cada passagem 
Nem o destino a que conduzem.
Barreiras de contato entre neurônios 
Não deixam passar energia.
Quando cedem à ternura
Não se fecham jamais.


Caminante, no hay camino, Se hace camino al andar
(Antonio Machado)


Ultrapassando limites

Multado pelo teu desprezo
Sabia aonde chegar
Para te encontrar despida,
Nua de preconceito,
Muda de sensatez,
Sem medo do talvez.


“Tristeza não tem fim, Felicidade, sim” 
(Tom Jobim e Vinicius de Moraes)


Tristeza é asfalto duro
Felicidade, a paisagem que se renova
Nas colinas e depressões
Do teu corpo moreno
Das tuas palavras loucas


(Niterói, 24/12/13)





Luiz Gavri é docente da UFF. 
Médico com pós doutorado em Parma e Verona. 
Poeta finalista do Prêmio UFF 2013. 
Participa do Clube de Leitura Icaraí desde Março 2012. 
Leia mais da obra literária de Gavri no livro "Clube de Leitura Icaraí: 15 anos entre livros"




Bom Natal e Feliz Ano Novo!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.