CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

6 de setembro de 2013

Aluguel de livros, você já experimentou? (Bel-CLIc nº 005 de 06/09/2013)


Além das tradicionais livrarias e dos sebos, físicos ou virtuais, e do gostoso empréstimo entre amigos, outra forma de ler livros, especialmente útil para quem lê muito, é o aluguel. 

No Rio e em Niterói há lojas especializadas na modalidade, algumas funcionam com uma mensalidade e a pessoa lê quantos livros conseguir, sendo um por vez; outras cobram um valor por livro, dando o prazo de uma a duas semanas, dependendo do nº de páginas do exemplar. Em geral há também opção de entrega. 

Se você se interessou, é só pesquisar as lojas na internet. Depois de usar, conta pra gente o que achou através do campo "Comentários".

2 comentários:

  1. Acho interessante, mas eu particularmente sou uma leitora problemática, esqueço de prazos e principalmente, eu rabiscos meus livros todos. Por isso quase não peço emprestado, porque posso esquecer e acabar rabiscando o livro do amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb, Helene. Adoro marcar meus livros, sublinhar, fazer chaves, às vezes até carinha alegre ou triste. Minha leitura, digamos, personalizada, dificulta o aluguel. Qdo leio emprestado de amigos e gosto de muitas passagens, tenho trabalho, fico copiando o que mais gostei para meus resumos dos livros, sabe como é, pra quando eu ficar gagá, poder lembrar dos bons tempos, rsrsrs. Agora alguns livros saem incólume, não acho neles passagens que eu queira destacar, mas esses, confesso, não faço questão de ler.

      Excluir

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.