CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

7 de dezembro de 2012

Tarde de autógrafos com Gracinda Rosa



Na ampla sala climatizada da belíssima Biblioteca Pública de Niterói, ontem, 6 de dezembro de 2012, Gracinda Rosa, membro do Clube de Leitura Icaraí, da Academia Niteroiense de Letras (ANL), da Associação Niteroiense de Escritores (ANE) e do Escritores ao Ar Livro lançou seu terceiro livro, o primeiro de memórias: Olhando para trás.

  

Logo na entrada, seu filho Alexandre distribuía sorrisos. Ao fundo, uma bela mesa, cheia de quitutes saborosos e sucos geladinhos, nos convidavam: vem, vem. 

   

Ao lado da autora, uma cadeira jamais vazia compunha a cena inusitada que chamava a atenção de todos: Gracinda usava um carbono para guardar cópias de todas as dedicatórias que oferecia aos convidados. Você já viu algo assim?

 
Durante duas horas de interminável fila, amigos e fãs, enquanto esperavam por seus autógrafos, comiam, bebiam e conversavam alegremente.


Muitos dos presentes eram do Clic: Elenir, Ilnéa, Luzia, Niza, Cintia, Evandro, Cristiana, Newton, Carlos, Mike, Antonio e essa que vos fala.


 
  
 


Alberto e Shirley, do Portal Focus, também estavam lá, assim como diversos membros da ANL e outras figuras ilustres que não sei nominar. 
 
Por volta das 18:30h, Renato Augusto, diretor da ANL e grande amigo de Gracinda, iniciou a dinâmica carinhosamente preparada pela escritora, da qual tive a honra de participar, juntamente com Carlos Rosa e Luzia.

 


Os convidados puderam partilhar da infância de Gracinda, conhecendo seus livros, lugares, brincadeiras e comidas preferidos ao mesmo tempo em que repartiam com o grupo suas próprias preferências. Muito legal.
Saí com gostinho de quero mais. 

Quem será o próximo Cliciano a nos presentear?
  

Se você quiser ler ou reler a entrevista feita com Gracinda Rosa pouco antes do lançamento do livro, acesse o link abaixo e descubra mais dessa figura fantástica que já leu mais de 1.500 livros.

http://ritamagnago.blogspot.com.br/2012/11/gracinda-rosa-leitura-para-mim-e-uma.html

Com carinho,
Rita Magnago

6 comentários:

  1. Foi um fim de tarde muito agradável, temperado com a doçura da escritora.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, Gracinda Rosa! É maravilhoso ver todo esse mimo do CLIc, um carinho gostoso de sentir. Fiquei maravilhada.

    Beijos! Sucesso!

    Sonia Salim

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, Rita, pelo excelente registro. Uma tarde deliciosa preparada pela nossa Gracinda. Muito sucesso a "Olhando para trás"!
    Carlos Rosa.

    ResponderExcluir
  4. Amigos do CLIc:
    Não fiquei até o final da tarde, mas estive na Biblioteca Pública de Niteroi nessa quinta-feira, dia 06/12/2012, para o lançamento de "OLHANDO PARA TRÁS - MEMÓRIAS", da minha amiga querida Gracinda Rosa. O ambiente estava acolhedor, como não podia deixar de ser, já que tudo que vem da Gracinda tem essa marca. Hoje, ao escrever essas palavras, quero dividir com vocês um fato: sexta-feira iniciei a leitura e hoje, sábado, a concluí. E acredito que todos os elogios que me vierem a cabeça serão insuficientes para traduzir a forte impressão e admiração que experimentei ao ler essas memórias. Diz-se que certas pessoas passam a vida em brancas nuvens; Gracinda faz exatamente o contrário. Suas nuvens são muito bem escritas e registradas. Com sua simplicidade e escrita fluente, nos prende a atenção do princípio ao fim do livro. No meu caso, em alguns trechos me prendeu até a respiração. Como foi o caso relatado por ela quando foi à festinha da amiga rica com sua melhor roupa: seu uniforme. Eu tive que parar de ler, porque o ar me faltou e as lágrimas rolaram soltas. É isso, gente. Gracinda é a minha referência, agora mais do que antes. Agradeço ao filho dela (ALEXANDRE) pois ele foi o maior motivador para que ela escrevesse essas MEMÓRIAS. Espero ansiosamente o seu próximo livro "FUI PROFESSORA". Obrigada a esse CLIc que me proporcionou conhecer essa ALMA ELEGANTÍSSIMA, a grande homenageada do mês: GRACINDA ROSA. Beijos ................ Angela Ellias.

    ResponderExcluir
  5. Angela, querida, como você, eu adorei o livro. Li em três dias porque é muito gostoso, uma leitura fácil, encantadora, que me faz sentir dentro do livro, personagem-alma da protagonista.
    O prefácio, escrito por Carlos Rosa, é excelente e nos dá uma ideia da viagem que é embarcar nas memórias de Gracinda. Muitas passagens interessantes, curiosas, surpreendentes e uma forma de narrar tão convidativa que nos torna seus parceiros desde o início.
    Emocionei-me em muitos trechos e chego ao final com os olhos rasos d´água. Como era mais dura a vida na roça e mesmo depois, na cidade, sem as tantas facilidades que hoje temos e nem nos lembramos de valorizar! Como era mais rigorosa a educação, a impossibilidade do diálogo, de tentar persuadir os pais em alguns valores e conceitos! Como, com tudo isto, nossa amiga soube amar, crescer, ser feliz e cultivar tão rara qualidade que é a paciência.
    Sim, Cindinha, posso dizer que te conheço mais, posso dizer que compreendo a origem de muitas das suas qualidades, do seu caráter, das suas atitudes, mas acima de tudo, quero dizer que a admiro ainda mais e, muito embora o livro tenha sido dedicado a Alexandre, eu é que fui presenteada com tão rica história. Levou-me a várias reflexões, avaliações e momentos sublimes. Eu que já li e gostei muito de Pequenos Amores e Cabine Individual digo que gostei mais ainda de Olhando para trás, acho que porque contribui para meu crescimento interior e me faz olhar para frente. Obrigada, amiga. Aguardo ansiosa suas lições de “Fui professora”.

    ResponderExcluir
  6. Querida Gracinda,
    Que linda e inesquecível a tarde de autógrafos do seu maravilhoso livro "Olhando para trás". Todas as homenagens que te fizeram, amigos e parentes, e foram muitas, demonstraram, apenas, uma pequena parcela do bem que te querem. Com teu jeitinho tímido e calado, generoso e acolhedor, conquistas a amizade de todos que te cercam. Para mim, é uma honra ter feito parte de um pedacinho de tuas memórias na Escola Normal. Estamos completando, em 2012, sessenta anos desse prazeroso convívio. Sim, porque estar ao teu lado é motivo de prazer e aprendizagem. Aprendi, mais ainda, lendo tuas memórias. Parabéns, querida, por teu livro, pela lição de vida que nos passaste e, também, a Rita por ter eternizado esse momento feliz com suas lindas fotos,palavras e postagens.
    Carinho e Amizade.
    Elenir

    ResponderExcluir

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.