CLIc: uma janela aberta às mentalidades coletivas

A literary think tank

O Clube de leituras não obrigatórias

Fundado em 28 de Setembro de 1998

2 de janeiro de 2013

Escritora debaterá "Vermelho Amargo" no Clube de Leitura Icaraí

Na primeira sexta feira de 2013, às 19:00 h, o Clube de Leitura Icaraí contará com a presença de Nilma Lacerda, poeta, ficcionista, cronista, roteirista de cinema e professora da UFF. O debate, que acontece mensalmente na Livraria Icaraí,  rua Miguel de Frias, 9, Reitoria da UFF, será sobre a obra "Vermelho Amargo" de Bartolomeu Campos de Queirós. Nilma Lacerda foi amiga pessoal do autor do mês e trará valiosa contribuição da obra e do autor aos apaixonados participantes do nosso clube de leitura. Não percam!




Em Nilma Lacerda, a letra é um fruto do bisturi. E, no entanto, menos que para cortar, ela a usa para coser. Escreve, dá aulas de literatura, pensa sobre leitura e escrita, copia o que as pessoas escrevem, por muros e ruas das cidades. Seu maior projeto é a aliança entre ventura intelectual e aventura feminina.



Nilma Lacerda nasceu e vive no Rio de Janeiro. É poeta, ficcionista, cronista, roteirista de cinema e professora. É doutora em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pós-doutorada pela École des Hautes Études en Sciences Sociales da França. Publicou diversas obras, dentre as quais Estrela-de-rabo e Cartas do São Francisco. Recebeu o Prêmio Esso de Literatura pelo conto "Morro em Policromia" (1969) e o Prêmio Romance, da Fundação Rio Arte, por Manual de tapeçaria (1985). Foi duas vezes finalista da Bienal Nestlé de Literatura. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado leitor, em função da publicação de spams no campo comentários, fomos obrigados a moderá-los. Seu comentário estará visível assim que pudermos lê-lo. Agradecemos a compreensão.